‘Loss of pleasure’ found in teen sleep study

Sleep patterns around the world have been disrupted as screen time increases and sleep routines change with COVID-19 self-isolation requirements. Negative mood is not unusual in adolescence, but lack of sleep can affect mental health, causing anhedonia (or loss of pleasure), anxiety, anger and significantly increasing the risk of depression, a global study of more than 350,000 teens shows.

Sleep patterns around the world have been disrupted as screen time increases and sleep routines change with COVID-19 self-isolation requirements.

Negative mood is not unusual in adolescence, but lack of sleep can affect mental health, causing anhedonia (or loss of pleasure), anxiety, anger and significantly increasing the risk of depression, a global study of more than 350,000 teens shows.

The results just published in Sleep Medicine Reviews connects less sleep with a 55% increased chance of mood deficits and double the risk of reduced positive mood.

Leer Más


Maconha na adolescência aumenta risco de depressão e suicídio

Segundo estudo, a probabilidade de desenvolver depressão aumenta em 37%, enquanto o risco de pensamentos suicidas eleva em 50%

Na área da medicina, sou categórico em afirmar que quanto mais dados científicos confiáveis, que possam embasar tratamentos ou políticas públicas, melhor. Isso deveria ser praxe e não uma novidade, mas em tempos de fake news e da divulgação de um grande volume de estudos questionáveis, esses dados assumem uma importância ainda maior.

No último dia 13 de fevereiro, a JAMA Psychiatry, uma das publicações científicas mais respeitadas do mundo, divulgou um artigo que traz uma conclusão alarmante: quem usa maconha na adolescência tem um risco maior de desenvolver depressão ou comportamento suicida na vida adulta. Confira o artigo completo clicando aqui.

Leer Más


Energéticos: estudo confirma risco cardiovascular por consumo em jovens

Filadélfia, EUA — Uma metanálise de cinco ensaios clínicos deflagra um novo “sinal de alerta” em relação ao risco cardiovascular associado ao consumo das bebidas chamadas de energéticas, ou simplesmente energéticos, embora os autores suspeitem que seus efeitos nocivos não possam ser atribuídos direta e exclusivamente ao alto teor de cafeína. [1]

“Na consulta médica, geralmente falamos sobre colesterol, tabagismo e exercício (…) mas também precisaríamos indagar de rotina os pacientes acerca do consumo de energéticos, e em qual quantidade, porque suas consequências podem ser desastrosas”, disse ao Medscape um dos principais autores do estudo, Dr. Carlos Alviar, cardiologista e diretor da Unidade Coronarianado Bellevue Hospital Center, nos Estados Unidos, afiliado à New York University School of Medicine.

Leer Más





Nearly a quarter of 14-year-old girls in UK self-harm, report finds

Girls are unhappier with their lives and more likely to have depression than their male peers, researchers found.

London (CNN) — Nearly a quarter of 14-year-old girls in the United Kingdom have self-harmed, with many facing overwhelming pressures over how they should look, their sexuality and how they behave, according to a new report by The Children’s Society.
It found that 22% of 14-year-old girls had self-harmed in the course of a year, compared with 9% of boys.

Leer Más


Teenagers who smoke cannabis damage their brains for LIFE and may be more likely to develop schizophrenia

 

 

 

 

 

 

Teenagers who regularly smoke cannabis suffer long lasting brain damage and are in much greater danger of developing schizophrenia. 

American researchers say the drug is particularly dangerous for a group of people who have a genetic susceptibility to the mental health disorder – and it could be the trigger for it.

Leer Más


Maconha na adolescência é uma fábrica de losers

“Maconha na adolescência é uma fábrica de losers”, afirma psiquiatra Sérgio de Paula Ramos. – Especialista em dependência química com mais de 40 anos de carreira, o médico ressalta que a intervenção precoce é fundamental

A dependência química é uma doença democrática, define o psiquiatra e psicanalista Sérgio de Paula Ramos, 67 anos. Atinge, na mesma medida, as classes alta, média e baixa. No país, 12% da população têm transtorno por uso de álcool; de 4% a 5%, por consumo de outras drogas; e dependentes de tabaco somam 13% dos brasileiros. É o grande problema de saúde pública deste século, segundo o médico, uma das mais destacadas autoridades no tema.

Leer Más