This nifty infographic is a great introduction to neuroplasticity

It’s startling to think about how we’ve got a spaceship billions of miles away rendezvousing with Pluto, yet here on Earth there are major aspects of our own anatomy that we’re almost completely ignorant about. We’ve climbed Everest, sent men to the moon, and invented the Internet — but we still don’t know how our brains work. The positive outlook is that many health, science, and research specialists believe we’re on the precipice of some major neuroscientific breakthroughs.

One example of a recent discovery with major implications is our further understanding of neuroplasticity. Simply put, we used to think our brain was what it was — unchangeable, unalterable. We were stuck with what nature gave us. In actuality, our brains are like plastic. We can alter neurochemistry to change beliefs, thoughts processes, emotions, etc. You are the architect of your brain. You also have the power to act against dangerous impulses such as addiction. The therapeutic possibilities here are endless.

Leer Más


Em vez de reduzir danos, maconha pode piorar vício em cocaína e crack, diz estudo brasileiro

 

Pessoas com dependência em cocaína e crack por vezes associam fumar maconha a uma forma de atenuar a “fissura”, ou ansiedade, por aquelas drogas. Essa associação já foi inclusive endossada no passado por pesquisas científicas e profissionais de saúde como estratégia de redução de danos.

Mas não é o que indicam agora pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) em um artigo publicado em dezembro no periódico internacional Drug and Alcohol Dependence.

Acompanhando o histórico de 123 pessoas em etapas de um, três e seis meses — 63 dependentes de cocaína e usuários recreativos de maconha; 24 dependentes de cocaína, apenas; e 36 voluntários saudáveis, sem histórico de uso de drogas, compondo um grupo controle —, os autores afirmam praticamente “descartar” o uso da maconha fumada como estratégia de tratamento para dependentes de cocaína.

Leer Más




Maconha na adolescência é uma fábrica de losers

“Maconha na adolescência é uma fábrica de losers”, afirma psiquiatra Sérgio de Paula Ramos. – Especialista em dependência química com mais de 40 anos de carreira, o médico ressalta que a intervenção precoce é fundamental

A dependência química é uma doença democrática, define o psiquiatra e psicanalista Sérgio de Paula Ramos, 67 anos. Atinge, na mesma medida, as classes alta, média e baixa. No país, 12% da população têm transtorno por uso de álcool; de 4% a 5%, por consumo de outras drogas; e dependentes de tabaco somam 13% dos brasileiros. É o grande problema de saúde pública deste século, segundo o médico, uma das mais destacadas autoridades no tema.

Leer Más


En esta clínica para millonarios tratan la adicción al celular

Este centro de rehabilitación recibe a niños de entre 12 y 18 años que son internados para poder ser curados de esta “enfermedad”

Es bien sabido que en la actualidad el uso del teléfono celular se ha convertido en temas de estudio por parte de diversos grupos de médicos y científicos, debido a la gran adicción que estos aparatos causan. La gran cantidad de horas que la gente pasa junto a un dispositivo ya es considerada en muchos países una enfermedad.

Leer Más