“A atenção é um músculo mental, é preciso exercitá-lo”

Foi há mais de 20 anos que Daniel Goleman lançou um livro dedicado a um conceito revolucionário: a inteligência emocional. Atualmente corre o mundo para falar de educação, liderança e meditação – planetas que giram à volta das emoções.

Quando era mais novo, queria ser médico. Mas depois de um desamor com a Bioquímica, descobriu a sua verdadeira paixão: a Psicologia. Hoje, Daniel Goleman, de 72 anos, é considerado o “pai da inteligência emocional”, por ter sido um dos pioneiros a afirmar que a forma como reconhecemos e gerimos as emoções é tão importante como o QI. Com um bestseller internacional sobre o tema e mais de uma década de jornalismo de ciências comportamentais no New York Times no currículo, Goleman dá palestras pelo mundo sobre a importância da inteligência emocional nos negócios e na educação. Paralelamente, há décadas que pratica e estuda a meditação, tema do livro, Traços Alterados.

Acredita que as escolas devem trabalhar a literacia emocional, além das disciplinas de ensino regular. É possível que esta aprendizagem coexista com o sistema de avaliação atual, que põe a média acima de tudo?
As escolas de topo da América, que melhor preparam os alunos para a faculdade, compreendem a importância desta aprendizagem além da excelência académica. O que elas tentam fazer é dar uma educação completa. Querem que a criança se desenvolva emocional e socialmente, não querem que ela seja apenas boa a Matemática. Porque se és bom a matemática, mas não és boa pessoa, vais ser um desastre para qualquer empresa. E ninguém vai querer casar contigo. [Risos]

Leer Más



Physicists puzzled by strange numbers that could explain reality

Eight-dimensional octonions may hold the clues to solve fundamental mysteries.

 

  • Physicists discover complex numbers called octonions that work in 8 dimensions.
  • The numbers have been found linked to fundamental forces of reality.
  • Understanding octonions can lead to a new model of physics.

Is our reality, including its forces and particles, based on the strange properties of numbers with eight dimensions called “octonions“? A physicist thinks so, having found a way to expand 40-year-old research to reach surprising new directions.

First, a brief history of numbers.

Leer Más


A especialidade da pessoa infeliz é apontar os defeitos do outro

A especialidade da pessoa infeliz é relatar o que existe de errado no outro, essa é uma forma de mostrar e tentar amenizar a frustração de ainda não ter conseguido revelar o melhor de si.

Devemos ter a necessidade diária de recrutar forças para selar o nosso compromisso com a bondade. Porque é muito fácil se desviar e se perder em uma vida infeliz nos dias de hoje.

Por não ter conseguido se reconciliar com as culpas que carrega, a pessoa infeliz ocupa em maldizer os outros. Mas não devemos culpabilizar o outro, devemos diariamente zelar, para que não nos transformemos em uma pessoa infeliz, e é bem por isso que temos que buscar nos conectar diariamente com a bondade que nos manterá felizes.

Leer Más


A neuroanatomia das emoções

Para começar com a descrição da neuroanatomia das emoções, Paul Broca foi responsável por cunhar o termo sistema límbico, usando-o pela primeira vez em 1878. Mas foi só depois, em 1930, que James Papez batizou definitivamente as estruturas envolvidas com o nome de sistema límbico (SL), postulando que o mesmo participa do circuito neural da expressão emocional (Kolb e Whishaw, 2003).

Dessa forma, o sistema límbico corresponde a um conceito funcional no qual estão incluídas várias estruturas e redes neuronais, tendo um papel de destaque no processamento dos aspectos emocionais.

Ao estar envolvido com as manifestações das emoções, o sistema límbico também está relacionado com a motivação. Mais especificamente, está relacionado com a motivação que nos impulsiona a agir, com a aprendizagem e a memória – nós lembramos e aprendemos mais facilmente aquilo que tem um conteúdo emocional mais alto (Cardinali, 2005).

Leer Más


Eucalipto arco-íris: a árvore mais bonita do mundo

O eucalipto deglupta é comumente conhecido como o eucalipto arco-íris por causa de sua maneira única de derramar sua casca. Uma vez derramada, a casca interna que é revelada é verde brilhante, mas eventualmente amadurece para azul, roxo, laranja e, eventualmente, marrom. O eucalipto arco-íris não perde sua casca de uma só vez, mas em seções ao longo do ano, permitindo o incrível efeito do arco-íris.

Também conhecida como ‘goma de Mindanao’, ou ‘goma de arco-íris’, esta bela árvore é nativa das Filipinas, Indonésia e Papua Nova Guiné. É a única espécie de eucalipto que geralmente vive na floresta tropical – com uma extensão natural que se estende até o hemisfério norte

Leer Más


Physicists solve a 140-year-old mystery

 

  • Researchers discover a method of extracting previously unavailable information from superconductors.
  • The study builds on a 19th-century discovery by physicist Edward Hall.
  • The research promises to lead to a new generation of semiconductor materials and devices.

 

New research, led by IBM, made a breakthrough in resolving a mystery that has baffled physicists for 140 years. It promises to lead to a new generation of semiconductor materials and devices that use them.

Leer Más




This world is like a mountain. Your echo depends on you.

If you scream good things, the world will give it back.

If you scream bad things, the world will give it back.

Even if someone says badly about you, speak well about him.

Change your heart to change the world.

~ Shams Tabrizi