Glifosato na cerveja e no vinho: agrotóxico cancerígeno está por toda parte

 

 

 

 

 

 

A pesquisa analisou 20 marcas de vinho e cerveja e chegou a um resultado impactante: 19 delas possuíam vestígios de glifosato. O agrotóxico é o mais utilizado em todo o mundo e foi considerado como “provavelmente cancerígeno” pelo Centro Internacional de Pesquisas sobre o Câncer, da Organização Mundial de Saúde, em 2015.

É interessante notar que o levantamento incluiu marcas de vinho e cervejas orgânicos e que alguns destes também apresentaram contaminação por glifosato. Foi o caso dos vinhos Inkarri Malbec e Frey Organic White White; e da cerveja Lager organic di Samuel Smith. A única bebida que não apresentou glifosato foi a IPA Peak Beer Organic.

Índices de glifosato encontrados em vinhos

1. Sutter Home Merlot: 51,4 ppb
2. Beringer Founders Estates Moscato: 42,6 ppb
3. Cabernet Sauvignon: 36,3 ppb
4. Inkarri Malbec (certificado orgânico): 5,3 ppb
5. Frey Organic White White: 4,8 ppb

Índices de glifosato encontrados em cervejas

1. Birra Tsingtao: 49,7 ppb
2. Coors Light: 31,1 ppb
3. Miller Lite: 29,8 ppb
4. Budweiser: 27 ppb
5. Corona Extra: 25,1 ppb
6. Heineken: 20,9 ppb
7. Guinness: 20,3 ppb
8. Stella Artois: 18,7 ppb
9. Ace Perry Hard Cider: 14,5 ppb
10. Sierra Nevada Pale Ale: 11,8 ppb
11. New Belgium Fat Tire Amber Ale: 11,2 ppb
12. Sam Adams New England IPA: 11 ppb
13. Stella Artois Cidre: 9,1 ppb
14. Lager organic di Samuel Smith: 5,7 ppb

Embora esses níveis de glifosato estejam dentro do nível de tolerância da EPA para bebidas, é possível que mesmo baixos índices da substância possam ser problemáticos. Por exemplo, em um estudo, os cientistas descobriram que 1 parte por trilhão de glifosato tem o potencial de estimular o crescimento de células de câncer de mama e atrapalhar o sistema endócrino“, cita o documento.

 

 

 

 

 

 

Entre as marcas pesquisadas, encontravam-se cervejas bastante consumidas no Brasil, como Budweiser, Corona Extra, Heineken e Stella Artrois. Como as análises foram feitas com amostras dos Estados Unidos, Europa e Ásia, os resultados não seriam necessariamente  os mesmos caso fossem testadas cervejas produzidas em nosso país, embora tudo indique que sim. Afinal, o glifosato parece estar mesmo em todos os lugares.

Link Original: https://www.hypeness.com.br/2019/03/glifosato-na-cerveja-e-no-vinho-agrotoxico-cancerigeno-esta-por-toda-parte/?utm_source=facebook&utm_medium=hypeness_fb&fbclid=IwAR36w8D-Vmh0rM7zxlkBnZ97arAQ4BSq2sSJtxdsosyYsKj7arL74qmCqQY

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s